Alimentação pós maternidade: taí um assunto que ainda não tinha trazido aqui para o blog!

Já comentei por aqui sobre algumas parcerias que fiz com o blog Minha Nutri. A Tamyris Torres, jornalista e assessora do Minha Nutri entrou em contato comigo bem no comecinho do ano propondo que eu escrevese algo para o blog da nutricionista Luma Monteiro – o blog Minha Nutri.

O tema do texto acabou girando em torno da minha alimentação pós maternidade. Na verdade, são minhas reflexões pós maternidade de sempre, mas com foco na saúde e não no peso – como se vê com frequência por aí. Achei que valia a pena compartilhar por aqui também.

 

Alimentação pós maternidade: foco na saúde e não no peso!

Tornar-se mãe é uma mudança e tanto na vida de uma mulher. Claramente conseguimos dividir a vida entre antes e depois da maternidade. Essa mudança envolve questões psicológicas, a rotina da casa, o relacionamento com o marido e, obviamente, o corpo.

Vejo muitas mães (recém-mães) preocupadas em voltar ao seu peso anterior à gestação. Vejo algumas, inclusive, fazendo umas dietas bem malucas – e certamente pouco saudáveis – para alcançar esse objetivo. Mas será que esse objetivo – perder peso – deveria ser tão importante nesse momento?

Há tantas adaptações necessárias com a chegada de um filho! A vida fica bem caótica por um tempo. E sim, precisamos aprender a lidar com essa nova situação. Sim, precisamos reaprender a reconhecer a pessoa que vemos no espelho.

Não é fácil. Leva um tempo até entendermos nosso novo lugar no mundo. Agora somos mães, temos uma pessoinha totalmente dependente de nós. Mas continuamos a ser esposa, profissional, mulher. Amadurecemos com esse acréscimo a nossa identidade.

Um exercício que podemos (devemos) fazer é estender esse amadurecimento para questões relacionadas a nossa saúde. É nesse contexto que entendo que o foco deve estar: na saúde, não no peso. Entendem a diferença?

Alimentação pós maternidade: foco na saúde

Foto: Carol Dias @nozfotografia

Durante a gestação e amamentação, temos um cuidado todo especial com a nossa alimentação porque ela interfere diretamente na alimentação do bebê. Precisamos manter esse cuidado mesmo depois do filhote estar mais crescidinho.

Não adianta cuidar da introdução alimentar do filho, mas comer de forma pouco saudável! Até porque, as crianças são muito espertas e aprendem muito por meio do exemplo e da observação. Elas nos imitam, inclusive, nas escolhas na hora da refeição.

Soma-se a isso um ponto muito simples: precisamos estar saudáveis para podermos cuidar dos pequenos! Fazer exames periodicamente, praticar atividade física, ter uma alimentação saudável, tudo isso é fundamental para uma mãe.

Além disso, precisamos lembrar que só conseguimos criar crianças felizes se nós mesmas estivermos felizes. Sabe aquela história de que quando há despressurização da cabine do avião primeiro devemos colocar as máscaras de oxigênio na gente e só depois nas crianças? É o mesmo princípio!

Sei, vocês concordam com tudo isso, mas – há sempre um mas – alguém vai dizer que não tem tempo para isso. Que mãe não consegue ir à academia. Que mãe tem outras prioridades além de frequentar uma nutricionista ou ir ao médico.

alimentação pós maternidade vinicius
Foto: Carol Dias @nozfotografia

Pois bem, eu penso que é apenas uma questão de vontade e organização!

Cada uma precisa ver o que funciona para si e adaptar as coisas para o seu estilo de vida. Olha só: eu não consigo almoçar em casa todos os dias. Mas opto por comer em restaurantes de qualidade e fazer um prato balanceado durante a semana. Já aproveito e pego uma marmita para a jantinha do filhote!

Nos finais de semana, com mais tempo, convido o pequeno para ajudar na cozinha. Passamos um tempo bem bacana juntos, ele se diverte, eu cuido da alimentação da casa e ainda o ensino a comer bem.

Não consigo frequentar uma academia. Mas aproveito o tempo livre que tenho para passear com meu filho, levá-lo ao parque, pedalar, trocar o elevador pelas escadas. Brincando fazemos um bocado de atividade física!

É isso que quero dizer! Ninguém precisa sair por aí fazendo nenhuma dieta maluca. Nem, tão pouco, se lamentar porque não tempo para cuidar de si. Basta aproveitar as oportunidades que temos no dia a dia mesmo. Se prestarmos atenção, veremos que não é tão difícil assim levar uma vida mais saudável. Deixa a preguiça de lado! Vale a pena!

 

Se quiserem saber mais sobre o meu processo pessoal de reconhecer meu novo estilo de vida depois da maternidade, é só conhecer o Projeto “Quero minha barriga de volta”. A barriga é só uma desculpa para eu voltar a cuidar de mim. Vou adorar a visita de vocês no meu blog: Só Melhora!

 

Texto “Alimentação pós maternidade: foco na saúde e não no peso!” originalmente publicado no blog Minha Nutri.
loading...