Algumas pessoas têm me perguntado como eu dou conta dessa vida de mãe – corrida e agitada por natureza – trabalhando fora o dia todo e ainda escrevendo textos para o blog. Como organizo minha vida? Resolvi fazer esse post e responder para todas de uma vez só! 😉

Antes de mais nada, preciso contar para vocês que eu sou uma pessoa que convive bem com a rotina. Claro que gosto de férias, não ter compromisso de horário e poder decidir na hora que vamos passear em outra cidade. Mas sabemos que essa realidade não é compatível com uma mãe de criança de pequena.

Normalmente, as coisas com as crianças são bem mais tranquilas quando mantemos uma rotina parecida todos os dias. Eu não sei vocês, mas eu quero (desejo muito!) ter um pouco de tranquilidade em casa. Então, a rotina do dia a dia me faz bem.

Outro pré-requisito da minha pessoa é que preciso de um mínimo de organização para funcionar. Não consigo viver bem no caos. Para comer, a mesa tem que estar arrumada. Para trabalhar, deixo todos os objetos no seu devido lugar. Para escrever, organizo meu espaço antes. Se não for assim, acabo caindo da escada!

Ok, ok. Eu sei que o meu “mínimo de organização” deve ser o “máximo de organização” de muitas pessoas. Mas essa sou eu. (vocês podem imaginar como realmente quase pirei naquele comecinho caótico das primeiras semanas do bebê, né?)

Feitas essas considerações, a resposta é sim. Sim, tenho um plano de organização para minha vida de mãe (e mulher e esposa e profissional) funcionar.

Vou contar para vocês como organizo minha vida – e espero que ajude quem tem me perguntado.

Ah! E, por favor, me contem nos comentários (ou por e-mail, se preferirem) como vocês fazem! Vou adorar trocar figurinhas sobre o assunto.

Falando em organização, fiz um post super completo sobre métodos de organização do tempo que pode ajudar quem tem interesse no assunto.

Alimentação:

Durante a semana, o pequeno almoça no colégio e eu e meu príncipe em restaurantes por quilo. Aproveito para pegar uma marmitinha para a janta do filhote – assim ele sempre tem uma jantinha variada e fresquinha. Os pais jantam qualquer coisa – brincadeira, é que nós normalmente jantamos algo mais leve, tipo um sanduíche ou Rap10.

Nos finais de semana, temos mais tempo para preparar as refeições em casa – o Vinicius gosta de ir para cozinha. E sempre tenho MUITA ajuda da minha mãe e da minha vó – que enchem meu freezer com feijão, molho de tomate, nhoque, panqueca, polenta e mais um milhão de gostosuras caseiras.

Quando o Vinicius ia para o colégio só à tarde, tínhamos uma pessoa muito especial que cuidava dele de manhã e já preparava nosso almoço. Sempre sobrava comida para a jantinha do pequeno. E funcionava muito bem assim também.

Casa:

Tenho uma faxineira que vai uma vez por semana nos ajudar com a limpeza da casa e passa a roupa. Quem lava a roupa por aqui é o meu príncipe. Eu lavo a louça, que acaba sendo pouca por não almoçarmos em casa e acaba que não precisa ser todo dia.

Mas o principal aqui é manter a organização da casa no dia a dia. Para isso, todas as noites, já deixo a mochila do colégio pronta e minha roupa para o dia seguinte separada. Faz parte da rotina antes de dormir do Vinicius guardar seus brinquedos – alguns dias ele precisa de ajuda com isso.

Blog:

Depois que o filhote dorme, tenho algumas horas para ser eu “além de mãe”. É nesse horário que, normalmente, escrevo meus textos e cuido do blog. Na verdade, esse é o momento em que escrevo, porque as reflexões e palavras já estão na minha cabeça. É só colocar no papel, digo, no computador.

Planner:

Não poderia falar em organização sem mencionar o meu planner – que eu amo! Um planner é como uma agenda mais incrementada. Sim, sou dessas que precisa de uma agenda de papel para se organizar. É nele que gerencio todos os compromissos da família – meus, do meu príncipe e do filhote (porque alguém tem que fazer isso, ué!).

Não vivo sem meu planner e carrego ele na bolsa para todos os lugares. Uso ele diariamente para me lembrar de tudo que precisa ser feito e para anotar tudo que precisa ser feito. O bom de colocar no papel é não depender da memória.

Como também já me perguntaram, vou mostrar um pouquinho do meu planner:

como organizo minha vida - meu planner
Um pedacinho do meu planner

Eu uso o Daily Planner da Paperview. Isso aqui não é publicidade e não estou ganhando nada para citar essa marca, mas amo o produto e acho sim que me ajuda bastante em como organizo minha vida. Existem outros planners de outras marcas por aí. É só procurar pela internet.

 

Aqui tem um post falando só sobre o planner – esse aqui já está grandão que chega. E aqui tem mais detalhes de como uso meu planner para me organizar e me inspirar. Ah! E não deixem de ver como ficou o meu planner depois de um ano de uso intenso!

Esse é o primeiro texto que abordo o tema organização. Não era a intenção inicial do blog, mas como perguntaram, eu respondi 🙂 Se vocês gostarem, posso escrever mais sobre como organizo minha vida – pelo tamanho desse post dá para perceber que gosto do assunto, né?