Já falei muitas vezes por aqui sobre o meu planner: como ele me ajuda a organizar a minha vida (e de toda a família), como o decoro com scrap e como ele serve de fonte de inspiração (além de organização).

Perceberam que ele é utilizado num nível hard, tipo MUITO exigido mesmo, né? Dá para imaginar como fica uma agenda assim depois de 1 ano de uso intenso? Pois bem, agora vocês não precisam mais imaginar porque eu vou mostrar aqui!

meu-planner-01

Para quem ainda não sabe, eu uso o Daily Planner da Paperview (e gosto de deixar claro que não estou ganhando nada para citar essa marca. O fato é que amo o produto e me ajuda muito na organização da vida).


Aliás, para quem estiver interessada em comprar um para chamar de seu (tanta gente já me procurou para dizer que ia comprar ou que comprou um planner igual ao meu que eu merecia ganhar uma comissão! #ficaadica), eles já estão vendendo o modelo 2017.

Agora ele custa a “bagatela” de R$ 460,00! Minha dica é esperar a promoção que costuma acontecer na época da black friday (eu vou fazer isso!).


Bom, mas vamos ao que interessa: mostrar o estado atual em que se encontra o meu planner.

Lembrando que ele está exatamente com um ano de uso. Comprei no final de outubro de 2015, e gostei de ter esses 3 meses “a mais” para aproveitar.

A primeira coisa que preciso destacar são as “orelhinhas”. Sim, os 4 cantos da capa e contracapa plástica descolaram as pontinhas e levantaram umas “orelhinhas”. Dá para ver bem nas fotos.

mmeu-planner-02

Em defesa do produto, preciso dizer que eu não tenho o menor cuidado com ele. Carrego o planner na bolsa, para todo lugar que eu vou. Eu não tenho dó de usar, não! Até o filhote já andou desenhando na capa – e o fato de ela ser plástica foi MARA (super fácil de limpar!).

As abas com os meses do ano não são plásticas. São de um papel com uma gramatura maior que o miolo da agenda, mas também sofreram bastante desgaste com o tempo. O pessoal da Paperview até fez uma promoção para trocar essas páginas de abertura dos meses (era bem baratinho mesmo), mas acabei não trocando as minhas porque elas já estavam todas decoradas com scrap.

mmeu-planner-03

O bolso plástico com ziplock foi muito útil! Guardo várias coisinhas ali dentro e fica tudo à mão (sem o risco de cair por aí). As páginas extras, que ficam no final da agenda, também foram bem utilizadas. E abusei do post-it para ganhar ainda mais espaço.

Os adesivos são bem funcionais também. Destacam e decoram as páginas. Os meus praticamente já acabaram e fiquei com muita vontade de ter mais. Confesso que fui um pouco relaxada com isso, pretendo decorar mais as páginas semanais no ano que vem.

mmeu-planner-04

O que eu acabei não usando, por incrível que pareça, foram as páginas de colorir e as de planejamento. Imaginei que seriam úteis, mas acabei desenhando e planejando no meio das semanas mesmo.

Depois de um ano de uso intenso, o planner continua sendo uma paixão!

Tanto que vou comprar outro para o ano que vem. Para mim, que adoro artigos de papelaria e scrap, além de só funcionar com um mínimo de organização, virou artigo indispensável no meu dia a dia.

mmeu-planner-05

A minha ressalva continua sendo o preço – ainda acho muito caro. Penso que o fundamental é o planner mesmo – eu dispensaria os outros produtos que vêm junto: o bloco de anotações, os cartões personalizados e o mini planner. Acabei não usando nenhum desses outros itens.

mmeu-planner-06

 

E vocês? Gostaram de ver o meu planner velhinho e detonado depois de um ano de uso? Ah! E podem deixar que assim que eu estiver com o novo de 2017 em mãos, venho mostrar a lindeza por aqui também!

 

Sei que muitas de vocês também compraram um planner esse ano. Compartilha com a gente a experiência de vocês!

 

meu-planner-pinterest