Fase Capacete – tombos que não acabam mais

Já ouviram falar na fase capacete?

Já publiquei por aqui todas as poesias que falam dos 12 meses de vida do filhote (a última publicada foi a do décimo segundo mês). Mas, no álbum do primeiro ano do Vinicius ainda tem uma última poesia.

Acontece que depois que o pequeno começou a caminhar era difícil segurá-lo num lugar só. A vontade do pai da criança era forrar toda a casa com espuma! – ou manter o filho com um capacete permanentemente. Daí o nome: fase capacete.

Não sei se toda criança é assim, ou se com meninos é pior, mas o meu filho parece que tem imã e é atraído facilmente para batidas, tropeços e quedas de todos os tipos.

Quem é mãe ou pai sabe o frio na espinha que dá quando o telefone toca, a gente vê o nome do colégio estampado no visor e a voz do outro lado diz: “Tá tudo bem, mãe, mas o Vinicius bateu a boca e achamos melhor levá-lo à dentista”.

Episódio memorável ocorreu dias depois da citada ligação: ele conseguiu quebrar o vidro de uma das gavetas da cozinha com uma cabeçada! Quando vi o vidro estilhaçado – sim, eu estava do lado dele na hora do acidente! Ele não fica sozinho na cozinha! – já me preparei para colocar uma toalha na testa e levá-lo ao pronto socorro. Mas vi apenas um corte, contornado com um “band-aid”.

Tudo devidamente registrado com palavras em verso.

 

Fase Capacete

Depois do 1º aniversário
veio a fase do capacete
acessório extremamente necessário
para nosso pequeno foguete.

Na mesma semana foi boca cortada,
veia da orelha estourada,
testa batida e
canela doída.

Até vidro da gaveta da cozinha
conseguiu quebrar com a testa
E ele dá uma choradinha
e segue fazendo a maior festa!

Talita
29/07/14
21:46

Essa poesia faz parte do Álbum do primeiro ano do Vinicius.

 

Reconhecem a fase capacete dos filhotes de vocês?

Interessados em ler outras poesias que também fazem parte do álbum do primeiro ano do Vinicius?
No Sétimo Mês do bebê eu voltei a trabalhar. No Oitavo Mês do bebê, o filhote começou no colégio. No
Nono Mês do bebê aconteceu a primeira virose. Sim, há uma poesia para cada mês do primeiro ano!

2 comentários em “Fase Capacete – tombos que não acabam mais

  1. Aqui é igual! Meu filho é muito serelepe e destemido, se joga com tudo (e vai de cabeça) do sofá, da cama…uma época era uma queda com batida de cabeça por dia…ou quase isso…posso estar exagerando rsrsrs, mas ele sempre caiu muito, e sempre o desespero dentro de mim me engolia. Hoje vi que existe um capacete acolchoado. Ah! Se eu soubesse antes…teria evitado muita angústia!

    1. Gi! Adorei ver que estás passeando aqui pelo blog e deixando muitos comentários! Amo! Amo! Amo!
      Guria, também descobri outro dia sobre esses capacetes de verdade para bebês!
      Certeza que se meu marido soubesse dessa existência na Fase Capacete do Vinicius teria comprado um pra ele! hehehe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *