O Terceiro Mês do bebê e o amor que não foi à primeira vista

O terceiro mês do Vinicius me trouxe uma grande revelação.

Eu bem que me considero uma pessoa romântica (até escrevo poesia!), mas tenho que confessar que o amor que sinto pelo serzinho que gestei e vi nascer não pode ser descrito como “à primeira vista”.

É claro que a primeira vez que vemos e sentimos o bebê fora da barriga é mágico. É claro que nos apaixonamos por aquele pinguinho de gente. Mas o caos do dia a dia e as responsabilidades que vêm no “pacote maternidade” deixam pouco espaço para pensarmos no amor.

A vida pós maternidade é sim muito diferente da anterior. E se a vida pré maternidade era boa, não há como impedir o pensamento “de quem foi essa ideia de ter um filho?” rondar nossa cabeça. Lembro de pensar “será que eu posso ser mãe só de manhã?” e mais, cheguei a verbalizar a pergunta “não dá para devolver?” para o maridão.

Ninguém é menos mãe por ter esses pensamentos e sentimentos. Muito pelo contrário, somos melhores mães por enfrentar tudo isso e seguir em frente no desafio. Como tudo na vida, essa fase passa. O terceiro mês passa. E o amor vem: avassalador, infinito, imensurável.

Como vocês podem ler na poesia abaixo, já não quero mais devolver o Vinicius.

 

Terceiro Mês

Nosso amor
não foi exatamente “à primeira vista”
Passamos por um processo de “conquista”

Claro que me apaixonei por ti
no momento em que te vi
Mas à medida que fomos nos conhecendo
é que nosso amor foi crescendo

E não há como voltar atrás
nesse imenso amor
Seja como for
não te devolvo mais.

Talita
01/10/13
18:35

Essa poesia faz parte do Álbum do primeiro ano do Vinicius.

 

Interessadas em ler outras que também fazem parte do álbum do primeiro ano do Vinicius?

O Milagre é uma das minha preferidas! Tem uma também para o caos do Primeiro Mês do bebê. E outra para o Segundo Mês do bebê. Aliás, tem uma poesia para cada mês do primeiro ano. É só procurar na categoria “poesia” lá em cima.

 

Para provar que não sou só eu que acho que amor de mãe não é à primeira vista, recomendo a leitura de outros textos nesse sentido:
Mil Dicas de Mãe – por Nívea Salgado
Agora Sou Mãe – por Bia Mendes

 

Como foi o terceiro mês do bebê na casa de vocês?

Vocês acham que amor de mãe é à primeira vista?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *