Todo o meu respeito para as mães de dois

Da última vez que perguntei o que vocês gostariam de ver aqui no blog, me pediram para escrever uma poesia para mães de dois. Eu adorei a ideia porque acho que mães de dois merecem muitas coisas na vida e certamente uma delas é uma poesia.

Primeiro, pensei em escrever sobre a minha vontade de ser uma dessas mães de dois. Ah, sim! Mais uma confissão por aqui: eu tenho vontade de engravidar novamente. Nem sempre tenho certeza de que quero outro filho, mas certamente gostaria de engravidar de novo.

Já falei por aqui como eu amava estar grávida! É simplesmente sensacional gestar outra vida dentro da gente! Claro que eu quero sentir isso de novo! Mas depois da gravidez vem um bebê – e todo o caos da chegada de um filho. Dessa parte é que não tenho tanta certeza, especialmente quando o meu filho tem um piti daqueles!

Nessas horas de birra penso que um filho só já está mais do que bom. E quando vejo minhas amigas mães de dois lidando com duas crianças em crise é um choque de maternidade real! São momentos assim que me fazem ter o maior respeito por essas mulheres.

Mães de dois filhos (ou mais) são pessoas incríveis!

mães de dois insta

É muito especial ter um filho, mas é especialmente complexo criar uma criança. Educar não é fácil e quando se faz com consciência e comprometimento demanda habilidades que vão muito além do amor. Eu digo isso com a experiência de quem tem um serzinho em casa para criar.

Agora imagina a responsabilidade de quem tem dois (ou mais)? Deve ser duplamente desafiador!

Com dois filhos não tem essa de “hoje tu colocas ele para dormir que eu vou ver o jogo” ou “hoje tu da a janta que eu vou tomar um banho demorado”. Tenho um casal de amigos que dizem que com dois filhos não tem revezamento. Enquanto a mãe está dando a janta para um, o pai está banho no outro.

Uma amiga me contava, inconsolável, esses dias, que fez de tudo para ter momentos de amamentação tranquilos com o primeiro filho. Mas, agora, com a segunda, ela precisava amamentar a bebê ao mesmo tempo que ajudava o mais velho a limpar o bumbum. Não tem revezamento.

Penso que a parte mais difícil, depois de lidar com o ciúme entre irmãos, seja escolher entre os filhos. Sim! Uma amiga me explicou, para o meu total desespero, que precisava diariamente escolher entre seus filhos! Os dois choram ao mesmo tempo: ela precisa escolher se socorre o mais novo (que não sabe falar e por isso só chora) ou se acode o mais velho (que se expressa muito bem para exigir a atenção da mãe).

Mães de dois são heroínas!

Não sei se tenho competência para isso! Mas alguém acha que está realmente pronta para ser mãe? Essas coisas a gente aprende na tentativa e erro mesmo, né?

O fato é que a poesia saiu! Nela coloco em palavras e versos todo o meu respeito por mães de dois:

 

Respeito por mães de dois

Todo o meu respeito
para as incríveis mães de dois!
Porque elas não têm direito
de deixar algo pra depois.

Se as mães de um
podem revezar com o pai
a limpeza do bumbum,
as mães de dois, ai!,
não têm revezamento algum.

Se mãe já precisa ser meio polvo,
que dizer das mães de dois,
que decidem começar tudo de novo?

Todo meu respeito
para essas incríveis mulheres
que amamentam um
enquanto salvam o outro dos talheres!
que tentam fazer o bebê dormir
enquanto olham para o outro a sorrir.

Todo o meu respeito
para essas mães sensacionais
de dois, três, quatro,
com ou sem os pais,
fazem disso tudo um barato
e amam cada vez mais!

Talita
08/11/2017
11:35

 

Se tu és uma mãe de dois, tenhas certeza de que tens todo o meu respeito e a minha admiração. Conta aqui nos comentários (ou no Instagram ou no Facebook) se é assim mesmo como parece.
Se tens uma amiga que é mãe de dois, compartilha essa poesia com ela! E aproveita para demostrar teu carinho por essa pessoa especial!
Se és mãe de um, me conta: tens vontade de ter o segundo? E coragem?

mães de dois pinterest frases

6 comentários em “Todo o meu respeito para as mães de dois

  1. Talita amei a poesia, como amei a chegada da nossa segunda filha que só veio a somar em nossa família, claro que tem a parte difícil, as escolhas, os sofrimentos mas as alegrias são em dobro! E ver a união das irmãs crescendo juntas e unidas não tem preço!

  2. Oi querida
    Que bacana seu post
    Eu sempre quis ter dois filhos. Eu tenho uma irmã e queria que minha filha tivesse a mesma experiência boa que eu tive
    As vezes é sim enlouquecedor, aliás já foi…bem mais…mas mesmo assim é duplamente compensador!
    Eu amo ser mãe de dois e recomendo muito!
    Bjks mil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *