Poesia de Mãe – culpa por Elaine Alberico (A Mãe Leoa)

Oba! Fico muito feliz quando encontro outras mães (e pais!) escrevendo poesias sobre maternidade! Recentemente encontrei A Mãe Leoa, melhor dizendo, a Elaine Alberico.

A Elaine é arquiteta, designer de interiores e mãe do Daniel, de 1 ano e meio. Ela escreve sobre maternidade em seu blog A Mãe Leoa, mas escreve com muita emoção e poesia – o que me chamou atenção, claro.

Como nossos blogs têm muito em comum, achei que valia compartilhar com vocês esse achado. Além disso, a Elaine também me autorizou a publicar uma de suas poesias aqui no Só Melhora – nesse espaço que sempre temos para compartilhar Poesia de Mãe.

Aliás, sempre é bom lembrar que quem quiser compartilhar suas poesias conosco é só me escrever! Adoro enriquecer o Só Melhora com poesias de outras mães e pais.

A poesia abaixo da Elaine fala de uma velha conhecida nossa: a culpa materna. Lembram que já dei meu exemplo prático de culpa em cabeça de mãe por aqui?

Pois bem, vale a leitura e a reflexão da poesia de A Mãe Leoa:

 

E você tem culpa de quê?

A culpa bendita culpa!
E a culpa também nos persegue na arte de maternar!
Culpa de trabalhar fora ou de não trabalhar,
De ser do lar ou de não dar conta de cuidar,
Se o filho está junto, a culpa de não ter cortado o laço, separada, culpa de não estar ao lado,
Culpa porque não cuidou ou porque mimou demais…

A culpa, maldita culpa!
Culpa de amar demais ou cuidar de menos,
Culpa de ser mãe solteira, de ser mãe divorciada, descasada, amasiada, fora da caixa, amigada, mal-amada, despirocada, mal-humorada…
Culpa porque não teve filhos, culpa porque só teve um filho ou porque teve um monte de filhos,
Cama compartilhada, desarrumada, culpa da cama solitária…

Culpa de sentir culpa,
Meu Deus ajuda a nossa cuca…
Quando estaremos seguras na criação dos nossos filhos?
Tem a escolha dos brinquedos,
Da escola perfeita…
Da comida, do leite correto, materno, genérico,
A escolha da pediatra
Do sapato que não aperta
A escolha da roupa de frio, da roupa de calor certa,
Da fralda que não dá alergia, da diversão que dê mais alegria
Culpa porque ficou com a vovó, com a tia, ficou na escola, ficou só…
Abrir mão dos próprios vícios…haja cabeça para tudo isto…

Existirá um só dia em que a culpa apoiada na dúvida, dará lugar a certeza que estamos andando no caminho certo com o que temos de melhor a oferecer aos nossos filhos?
Creio nisto, e neste dia sem a bendita culpa, não teremos mais desculpa para deixar de nos cobrar!
E mais nos amar…
E então, vamos nos permitir errar…
E você, tem culpa de quê?

 

Elaine Alberico
publicada em 16/09/2016

 

a mãe leoa

Procurando mais poesias sobre a dor e a delícia da vida materna? É só clicar na categoria “poesia” lá em cima!

Tem poesia sobre Gratidão por um dia Tranquilo. Tem poesia para aquele dia em que a paciência acaba. E, claro, tem poesia porque A vida Só Melhora!

2 comentários em “Poesia de Mãe – culpa por Elaine Alberico (A Mãe Leoa)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *