O Décimo Primeiro Mês do bebê e a aparição dos dentes

Sim, é isso mesmo que vocês leram no título do post: só foram aparecer dentes no meu filho no seu décimo primeiro mês de vida! Eu já tava achando que nas fotos do seu primeiro aniversário, o filhote estaria ainda com um sorriso banguela!

Mas também, quando resolveram surgir os dentes, foram quatro de uma vez só: os dois incisivos superiores e os dois incisivos inferiores. Claro que causou algum incômodo: o pequeno acordava chorando no meio da noite e diminuiu um pouco o apetite.

E foi só. Nada de febre, nada de diarreia, como muitas mães relatam por aí. E tinha tanta coisa acontecendo, que nem demos muita bola para os dentes.

Se por um lado a aparição dos dentes do Vinicius ocorreu bem mais tarde do que a média das crianças, por outro, ele começou a caminhar e falar cedo. Cada criança no seu tempo, né?

Ele engatinhou muito pouco. Basicamente, foi de menino minhoca (arrastando-se pelo chão) para menino furacão (andando por tudo)! Junto com o menino furacão surgiu um pai estressado, que se pudesse, revestia a casa toda de borracha ou espuma!

Não sei se tem ligação com o surgimento dos dentes, mas também foi nessa época que o Vinicius começou a querer comer sozinho. Não aceitava mais que eu desse comida na boca dele. Pouco independente o menino, não?

Como ele ainda não conseguia usar a colher (foi conseguir só bem mais tarde, com quase dois anos), sua alimentação precisou ser adaptada para que ele pudesse pegar os alimentos com as mãos. Foi o fim das sopinhas e comidinhas amassadas aqui em casa.

E eu assistindo tudo isso acontecer e percebendo que, cada vez mais, não tinha mais um bebê. É bem isso que diz a poesia:

 

Décimo Primeiro Mês

Meu filho não é mais um bebê.
É um menino lindo
que eu amo
e vejo crescer.

Caminha por tudo!
Com alguns tropeço e quedas,
mas sempre com a alegria
de descobrir o mundo.

Come sozinho com as mãos!
Com poucos dentes na boca
e algumas sobras no chão.

Algumas palavras começam a aparecer!
Nem sempre são ditas em português,
mas consegue se fazer entender.

A vida não é mais a mesma;
Sei que nunca voltará a ser.
Porque meu bebê agora é um menino lindo
que eu amo e vejo crescer.

Talita
08/05/14
10:30

Essa poesia faz parte do Álbum do primeiro ano do Vinicius.

 

Como foi o décimo primeiro mês do bebê de vocês?

 

Interessados em ler outras poesias que também fazem parte do álbum do primeiro ano do Vinicius?
Sexto Mês do bebê foi oficialmente o mês da festa das papinhas. O Sétimo Mês do bebê foi quando precisei voltar a trabalhar. Aliás, há uma poesia para cada mês do primeiro ano do filhote. Já leram a poesia do Décimo Mês do bebê?

2 comentários em “O Décimo Primeiro Mês do bebê e a aparição dos dentes

  1. Que linda a poesia e lindo texto.
    Realmente a ausência de dentes, ainda nesta fase, deixou a todos um pouquinho inquietos.
    Mas ver este garotinho crescendo saudável e se tornando a cada dia mais independente nos deixava muito orgulhosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *