Poesia de mãe para filho ou poesia de mãe para filha: é sobre isso que quero falar. Se estavas procurando uma poesia de mãe para filho bebê, uma poesia de mãe de gêmeos, uma poesia de mãe para filha de aniversário ou poema de mãe para filho de aniversário pode continuar lendo que já encontrasse.

Também serve como poema de mãe adotiva, poema de mãe avó (poesia de mãe velha) ou poema de mãe minha rainha. Eu poderia publicar um lindo poema de mãe de Vinicius de Moraes ou qualquer outro poeta. Mas prefiro minhas poesias autorais, modéstia à parte.

Aliás, o que não falta por aqui é poema de mãe!

 

imagem de mãe e filho abraçados - poesia de mãe para filho

Poesia de mãe para filho

Já faz algum tempo que li um texto muito inspirador em que uma mãe detalhava as coisas que ela gostaria que seus filhos lembrassem a seu respeito. Inspirador a ponto de me levar a escrever uma poesia de mãe para filho.

O texto se chama Dear Kids: This Is What I Want You To Remember About Your Mom (Queridas crianças: isso é o que gostaria que vocês lembrassem sobre sua mãe – numa tradução livre), escrito pela Wendy Wisner para o scarymommy.com. O original está em inglês.

Wendy escreve num momento em que se sente mais cansada que feliz, como mãe. Vocês lembram desses momentos? Eu lembro. Sim, eles existem. Toda mãe e pai é capaz de lembrar de momentos em que o cansaço é maior que a alegria da maternidade/paternidade. Penso que foi num desses momentos que criaram a expressão “padecer no paraíso”.

Não há dúvidas de que esses são em número bem menor que os momentos felizes. E a Wendy ressalta que ambos fazem parte da memória dela sobre a sua infância – da minha também. Porque nós lembramos de alguns gritos e algumas brigas de quando éramos crianças, mas também lembramos dos milhões de abraços, risadas e brincadeiras que nos trouxeram até o momento atual de nossas vidas.

E para ter certeza de que seus filhos lembrariam tanto da parte ruim quanto da parte boa dela como mãe, a escritora faz uma relação de lembranças que gostaria que seus filhos guardassem com carinho. Estão vendo só? Não sou a única comprometida em formar uma bagagem de lembranças para o meu filho.

Pois bem, hoje reli o texto e me emocionei. De novo. Porque resolvi também eu fazer uma lista das coisas que gostaria que o meu filho lembrasse sobre mim.

 

imagem de uma mãe abraçando seu filho

Lista de coisas para lembrar (poema de mãe para filho):

  1. momento preferido do dia;
  2. abraços infinitos;
  3. chorar é tão certo quanto sorrir;
  4. ataques de beijo;
  5. apontar para a lua;
  6. dias de pijama;
  7. voltar de viagem;
  8. colo infinito;
  9. amor eterno;
  10. poesia de mãe para filho.

 

imagem de um menino pulando para o colo da mãe

imagem de mãe e filho rindo juntos

E claro que acabei escrevendo uma poesia de mãe para filho.

Porque num futuro muito distante (assim espera nosso coração – já que o futuro, mesmo, só a Deus pertence), quando não pudermos mais estar ao lado dos nossos filhos, eles ainda terão essas lembranças para abraçá-los.

Porque num futuro nem tão distante (já que o tempo voa e não para nunca), nossos filhos já não serão pequenos. Mas mesmo assim – e talvez por isso mesmo – estarão longe da gente, e também terão essas lembranças para aquecer seus corações.

Porque amanhã ou hoje mesmo, nossos filhos e nós mesmas vamos ficar repassando essas lembranças em nossas mentes. Apenas para garantir que elas fiquem bem guardadas na nossa cabeça e no nosso coração. Para que possamos acessá-las num futuro – quando quer que ele seja.

 

Para lembrar


Meu pequeno grande amor,

seja como for,
onde quer que estejas no mundo,
gostaria que lembrasses de um pouco de tudo.

Lembra que o meu momento preferido do dia
era ver a tua alegria
ao me contar do teu momento preferido:
que era justamente ter ficado comigo
juntinho no sofá vendo filminho.
Pode existir filho mais querido?

Lembra dos nossos abraços infinitos,
quando a gente vivia repetindo:
“Vamos ficar assim para sempre!”
Abraço de mãe e filho
Amor Imenso, tão bonito!

Lembra de todas as vezes que viesse me perguntar
se tinha problema chorar
e eu repetia para ti
que chorar é tão certo quanto sorrir
e não há do que se envergonhar
quando teus sentimentos demonstrar.

Lembra de todos os meus ataques de beijo
e de como curtíamos teu desejo
de para a lua apontar
e fazer questão de me mostrar.

Lembra dos dias de pijama
em que a gente ficava de preguiça na cama
e do menino bagunceiro
que quando voltava de viagem
avistava nosso prédio primeiro.

E lembra da minha promessa,
ao te pedir para não ter pressa,
de que meu colo será sempre teu,
assim como o amor meu,
não importa qual a tua idade
“até quando tiver mil anos”
e por toda a eternidade.

Talita
23/06/2017
11:25

trecho da poesia de mãe para filho

 

Poema de mãe para filha (o)

Fica à vontade para compartilhar essa poesia com a tua mãe, com a mãe do teu filho, com as tuas amigas mães. Carinho e amor são feitos para isso mesmo: para serem compartilhados. Só não esquece de mencionar a autoria (dar os devidos créditos) e, se possível, indicar esse post e o Só Melhora.

As fotografias que ilustram esse post são da Carol Dias (@nozfotografia) e os cards e imagens foram criados por mim, com muito carinho, para ficar disponíveis aqui mesmo. Adoro ver minhas poesias espalhadas internet afora. E faço parte da corrente do bem que pretende espalhar carinho em forma de versos.

 

Porque, no fundo, nenhuma mãe quer que seu filho lembre dos presentes caros que ela se esforçou para comprar. Ou de todo o trabalho que teve para preparar aquela super festa de aniversário. Ou do desespero que ela sentiu quando o pequeno ficou doente. A gente quer simplesmente que ele lembre do nosso amor.

O que vocês querem que seus filhos lembrem sobre vocês?

imagem de mãe e filho na piscina

 

 

Não precisa escrever uma poesia de mãe para filho, mas conta pra mim aqui nos comentários (ou no Instagram ou no Facebbok). Vamos conversar!

E se alguém, de fato, escrever uma poesia de mãe para filho, compartilha comigo! Vou amar receber!

 

Tem mais poesia de mãe por aqui. É só clicar na categoria Poesia lá em cima!