Esse é o quarto ano que o Vinicius vai para o colégio. O terceiro ano seguido na mesma escola. Achei que não precisaria mais me preocupar com a adaptação escolar.

Doce engano. Desde o comecinho da sua vida escolar (lembram que ele teve seu início no colégio com oito meses?), ele teve dificuldades nessa adaptação. Contei, com detalhes, sobre esse começo do meu bebê na escolinha aqui.

Chegar no colégio, deixá-lo na sala de aula, é sempre um momento tenso. Achei que isso melhoraria conforme ele fosse crescendo. Bom, mais ou menos.

Ano passado o processo de adaptação escolar foi bem curto, é verdade. Alguns dias o deixei chorando, mas, na grande maioria das vezes, ele ficou bem. Espero que esse ano seja ainda melhor.

Enquanto fico aqui lidando com meus sentimentos de mãe nessas voltas às aulas e vejo ele lidar com os dele nesse processo de adaptação escolar, escrevi uma poesia.

 

Todo ano é um novo (re) começo

Quando eu era criança,
eu me lembro muito bem,
contava os dias pro começo das férias
e, depois, pro seu fim também.

Ficava ansiosa pra rever os amigos,
adorava arrumar meu material,
me alegrava com a nova sala,
novas professoras, tudo, afinal!

Com meu filho não é assim.
Nesse ponto, ele é bem diferente de mim.
Sua ansiedade é imensa e pesada.
Emoção dificilmente controlada.

Muita paciência e carinho na adaptação.
Todo ano é um novo (re) começo.
Ele sente dor de barriga,
eu, um aperto no coração.
Abraço, beijo e colo sempre ofereço
e cada um aprende sua lição.

Talita
07/02/2017
10:00

 

Procurando mais poesias sobre o cotidiano materno? Sim, nós temos por aqui. É só clicar na categoria “poesia” lá em cima!

 

Como é adaptação escolar por aí?

 

Todo ano começa difícil assim? Seu filho é do tipo que fica chorando ou que nem te dá tchau? Conversa comigo! Tô precisando 🙂

adaptação escolar pinterest

loading...