Me vejo no meu filho (ou “ele é a cara do pai”)

Logo que o Vinicius nasceu, a segunda frase que eu mais ouvia era: “ele é a cara do pai!” (a primeira era: “ele não tá com fome?” a cada vez que ele chorava). E isso, já na maternidade. Algumas pessoas até se compadeciam da mãe, que ainda estava se recuperando

Melhores links da semana (de 14 a 19/19/2015)

E aqui estamos, em mais um sábado, com os melhores links que encontrei nessa semana. Lembrando que esse tipo de post é uma forma de reunir textos de que gostei para consultar no futuro e, ao mesmo tempo, uma segunda chance de se informar para quem perdeu essa leitura durante

À Espera (poesia) e sobre estar grávida

Estar grávida foi o momento em que me senti mais plena em toda a minha vida. Eu me sentia importante, especial. Eu me achava linda (maravilhosa, para ser mais específica!) com aquele barrigão. E eu era paparicada por todos os lados: pelo maridão, pela família, pelos amigos e até por desconhecidos.

Sou a melhor mãe que eu posso ser (espero que baste)

Ser a melhor mãe possível – pensamento de toda mãe. Impossível não se emocionar com os relatos de parto da Juliana e da Marcela (parte 1 e parte 2). A chegada de um novo ser humano ao mundo é mesmo um milagre. Também tenho meu milagre. Assim como a Ju,

Melhores links da semana (12/09/2015)

Sei que isso é meio clichê, mas a vida de quem tem um pequeno em casa é mesmo mais corrida que o normal. Muitas vezes não temos tempo nem para ver e-mail, muito menos para ler os artigos e links interessantes que a internet nos disponibiliza. Pensando nisso, achei bacana reunir