A um passo de um ataque de nervos (poesia)

Vamos falar sobre um ataque de nervos. Parece que os “terrible two” estão começando a querer passar por aqui. Não, talvez “passar” não seja a palavra certa. Provavelmente “modificar” sirva melhor ao contexto. À medida que os 3 anos estão chegando (filhote completa 3 anos no final de maio), as

O dia em que a paciência acaba (poesia 2 anos e 3 meses)

Tenho certeza de que isso não acontece só comigo: a gente promete para si mesma que vai ser mais paciente, respira fundo, conta até 10, lê sobre o desenvolvimento infantil e as birras, tenta a estratégia do urso, mas chega uma hora em que a paciência acaba! Simplesmente acaba! Os

A difícil arte de educar (poesia 2 anos e 2 meses)

Passados 2 anos do filhote, e todo aquele cansaço físico que essa primeira infância demanda, o próximo desafio dessa vida materna – que acredito não terminar nunca – é a difícil arte de educar. Eu fico sempre dividida entre dar limite e deixar que meu filho tenha sua própria opinião.