O dia em que a paciência acaba (poesia 2 anos e 3 meses)

Tenho certeza de que isso não acontece só comigo: a gente promete para si mesma que vai ser mais paciente, respira fundo, conta até 10, lê sobre o desenvolvimento infantil e as birras, tenta a estratégia do urso, mas chega uma hora em que a paciência acaba! Simplesmente acaba! Os

A difícil arte de educar (poesia 2 anos e 2 meses)

Passados 2 anos do filhote, e todo aquele cansaço físico que essa primeira infância demanda, o próximo desafio dessa vida materna – que acredito não terminar nunca – é a difícil arte de educar. Eu fico sempre dividida entre dar limite e deixar que meu filho tenha sua própria opinião.

2016 e uma poesia de ano novo inédita!

Um Feliz Ano Novo para quem está passando por aqui! Com direito a uma poesia de ano novo para comemorar! Eu estou oficialmente de férias (do trabalho e do colégio do filhote, não do blog, viu?!), no lugar que eu mais amo no mundo (na praia!) e com as pessoas que