Montessori em casa: sim, é possível! É fácil, é desejável, é enriquecedor. Aplicar o chamado Método Montessori em casa é mais simples do que parece e todos (criança, pais, família) tem ganhos com isso.

Já contei por aqui que o filhote desde sempre estudou em escola Montessori. No texto sobre rodízio de brinquedos, falei um pouco sobre como esse método pode ajudar na organização da casa e pessoal.

O post teve tantos acessos que entendi que o assunto está em alta e resolvi falar mais sobre como aplicar o Método Montessori em casa. Tudo baseado na nossa experiência e nas minhas leituras e pesquisas, tá?

Não tenho formação na área e não sou especialista. Sou “apenas” uma apaixonada pela metodologia e mãe de um menino que se adaptou tão bem em escolas Montessori que resolvemos trazer algumas técnicas para o nosso dia a dia.

imagem de um menino brincando: atividades montessori em casa

Metodologia Montessori em casa

A metodologia desenvolvida pela médica italiana Maria Montessori está em alta há algum tempo aqui no Brasil. Começou com a febre dos quartos montessorianos. Colchões no chão, camas de casinha de madeira, tapetes e almofadas, estantes na altura dos pequenos.

Claro que aplicar o Método Montessori em casa vai muito além dos lindos quartos que vemos no Pinterest! Tem mais a ver com os princípios e fundamentos da pedagogia Montessori. Tem tudo a ver com manter a coerência entre o que a criança aprende no colégio e em casa.

E ninguém precisa chamar de Montessori para aplicar em casa, viu? Se fizer sentido no contexto da tua família, faz e pronto! Se for necessário fazer adaptações, é só adequar à realidade de cada um.

imagem com os princípios montessori

Princípios Montessori em casa

Ambiente preparado: fala-se muito em preparar o ambiente para a criança. A filosofia Montessori entende que se o ambiente em que a criança está estiver preparado para ela, ela poderá explorá-lo sozinha.

Preparar o ambiente da casa para a criança é inseri-la no contexto de todos os ambientes. É libertador para os pequenos, mas também para os adultos. Retirar os perigos dos cômodos, deixar objetos e brinquedos ao alcance dos pequenos, ter espaço livre para circulação.

Tudo isso permite que os pequenos possam ser mais independentes e livres em casa. Ao passo que os pais não precisarão ficar 24 horas por dia auxiliando os filhos em tudo que eles quiserem fazer.

O adulto ajuda a criança a fazer sozinha: essa é uma das premissas mais importantes. A gente coloca na conta da falta de tempo e sai fazendo tudo por eles, né?

Precisamos dar tempo e oportunidade para que os pequenos façam por si próprios. No começo, até que eles aprendam determinada atividade, levará mais tempo deixá-los fazer sozinhos. Mas, com o desenvolvimento da habilidade, os ganhos vão além da otimização do tempo.

Nós ficamos felizes ao ver nossos filhos capazes de realizar tarefas cada vez mais complexas. Eles ficam felizes ao ver que conseguem fazer sozinhos, que estão crescendo não apenas no tamanho.

Aprender pelo exemplo: está relacionado a falar menos e fazer mais. Aprendemos muito mais pelo exemplo que escutando discursos ou lendo instruções. O sucesso dos vídeos não me deixam mentir!

Não podemos simplesmente exigir que a criança faça suas tarefas e obrigações. Precisamos mostrar para ela como se faz (na maioria das vezes, é preciso repetir várias vezes como se faz) e dar tempo para que ela faça por si só.

imagem de um trator de brinquedo

Como aplicar o Método Montessori em casa?

Penso que entendendo um pouco da filosofia Montessori, possamos aplicá-la facilmente no nosso dia a dia. Mas vou dar alguns exemplos de atividades montessori que podemos fazer em casa.

Lembrando que a intenção não é ocupar a criança durante todo o tempo que estiver em casa. É importante, aliás, deixar a criança ociosa para que ela mesma descubra seus interesses e ocupe-se com o que lhe for melhor em determinado momento.

Estar em casa é também sinônimo de estar num porto seguro. Onde temos nossas coisas e nosso tempo livre, sem compromissos com horários, etiquetas ou obrigações sociais.

Por outro lado, é importante mostrar para a criança que ela faz parte da família. Portanto, precisa se envolver com as atividades da casa. Precisa sim ajudar na limpeza, organização e manutenção da casa.

imagem com atividades montessori em casa

Atividades montessorianas em casa:

  1. Montessori na cozinha: deixar lanchinhos prontos ou pré-preparados para que a própria criança possa se servir. Potes de frutas cortadas, caneca de suco ou biscoitos em prateleiras baixas. Além disso, sempre que for preparar uma refeição, pode-se pedir auxílio do pequeno (de acordo com sua idade).
  2. Montessori na limpeza: depois de comer, a criança pode lavar a louça que usou (use de plástico para os menores) com a ajuda de um banco próximo à pia. Se for necessário, pode usar uma vassoura pequena e uma pá (ou uma migalheira) para limpar o local.
  3. Montessori no quarto: não apenas os brinquedos, mas roupas, sapatos e acessórios devem ficar ao alcance do dono do quarto. Poucos brinquedos e separados por tipo ajudam na hora de brincar e na hora de guardar. Gavetas baixas com roupas separadas por tipo ajudam na hora de se vestir.
  4. Montessori no banheiro: um banquinho ou uma escadinha (de 2 ou 3 degraus) é o suficiente para facilitar as coisas para a criança. Novamente, todos os objetos necessários a higiene pessoal precisam estar ao alcance dos pequenos.
  5. Montessori no jardim: quem não mora em casa, pode ter um jardim de apartamento mesmo. Os pequenos adoram trabalhar com a terra, molhar plantas, colher temperos. Quem tiver animais de estimação pode incluir atividades como dar água e comida para os bichinhos.

É preciso entender que as chamadas tarefas domésticas são habilidades que precisamos adquirir para a vida. Na pedagogia Montessori, elas são chamadas de atividades de vida prática.

São necessárias para o convívio em família (e sociedade) e para a manutenção da casa como um todo. São a base da organização pessoal. Portanto, todos devem compartilhar essa responsabilidade.

Para as crianças, é divertido participar dessas tarefas. Eles se sentem úteis e felizes quando pedimos sua ajuda e distribuímos as tarefas. É claro que o nível de dificuldade precisa ser adequado à idade da criança. Mas mesmo os pequenos podem – e devem – ter suas tarefas.

imagem de um menino brincando

Agora me conta aqui embaixo nos comentários (ou no Instagram ou no Facebbok) se rola um Montessori em casa por aí também. Que tarefas os pequenos fazem por aí?

Para quem busca uma leitura mais especializada no assunto, vou deixar dois textos de referência: Primeiros Passos de Montessori em Casa e Montessori em casa.

loading...