Vocês sabem qual a diferença entre planner ou agenda? Sim! É importante ter esse conhecimento para não pagar demais num planner quando o que se precisa é apenas uma agenda. Ou comprar uma agenda e ficar frustrada porque precisava mesmo de um planner.

planner ou agenda instagram2

Eu posso falar com a experiência de quem usou agenda durante toda a adolescência para extravasar sentimentos, colar coisas inusitadas como papel de bala e registrar momentos para rever posteriormente. Atualmente, essa função de agenda gordinha e decorada da adolescência poderia ser suprida por um Smash Book ou um Bullet Journal.

Depois disso, continuei usando agenda todos os anos para anotar compromissos, organizar de forma simples minha vida profissional e, eventualmente, registrar alguns versos. Nessa fase eu gostava de agendas com horário marcado em cada linha e alternava entre visão diária (um dia por página) e visão semanal (uma semana em duas páginas).

Há 3 anos eu descobri o planner e meu novo jeito de me organizar. Uma ferramenta de planejamento pessoal, que vai além da simples marcação de compromissos. Além disso, há espaço para me expressar de outras formas: poesias, scrapbook, desenhos, adesivos. Tudo num mesmo lugar.

 

Planner ou agenda: semelhanças

enjoy planner 11

Ferramenta de organização

Tanto o planner quanto a agenda são ferramentas de organização. Nos dois é possível anotar os compromissos diários: médico, dentista, prova, ballet, natação. Cada um com seu respectivo horário. Dependendo do modelo utilizado, há espaço para anotar também o telefone de contato e o endereço do evento.

A maioria dos planners costuma ter uma agenda dentro de si. É a parte que eu chamo de agenda semanal. Pode variar o leiaute (vertical, horizontal, pautado ou não), mas há um calendário, os dias do mês e da semana.

Agenda decorada

Ao contrário do que muita gente pensa (e muita marca divulga), planner ou agenda podem ser decorados ou não. A gente pode escolher modelos que já tenham alguma decoração impressa nas folhas ou decorar do nosso jeito. Eu gostos de fazer scrap no planner e também uso bastante adesivos. Há pessoas que fazem lindos desenhos de decoração.

Por outro lado, há muita gente que simplesmente não decora. Se o objetivo é organização, não há necessidade de decorar seu planner ou agenda. Mas, pelo menos para mim, manter meu planner bonito visualmente ajuda bastante para eu ter vontade de continuar com minha organização.

 

Planner ou agenda: diferenças

enjoy planner 09

Ferramenta de planejamento

Essa é a principal diferença para mim e o motivo pelo qual, hoje, eu escolho usar um planejador. Planejar vai muito além de anotar compromissos. Subentende etapas a seguir, decisões a tomar, escolhas de caminhos a percorrer.

Planejar uma festa ou uma viagem não é simplesmente anotar o dia em que ela se realizará. Precisa-se pensar em tudo que envolve o evento, os serviços que precisam ser contratados, nossas preferências pessoais. Um planner tem espaço para planejamento, uma agenda, não.

Produto personalizado

Outro ponto que se destaca é o fato de que planejadores são produtos personalizados – agendas, não. E isso não tem, necessariamente, a ver com ter teu nome escrito na capa do planner. Embora eu ache um detalhe mega charmoso ter meu nome e uma frase de inspiração escolhida por mim estampando a capa de algo que uso diariamente.

Quando falo em produto personalizado me refiro à flexibilidade de poder adequar o tal produto às minhas necessidades específicas. Uma agenda já vem com o miolo fixo, as páginas já têm uma função pré-definida. Tem o lugar do calendário, os dias da semana, o espaço para anotar telefones.

Um bom planner pode ser adaptado de acordo com o que seu usuário achar melhor. Há páginas pautadas, quadriculadas, pontilhadas, lisas. Algumas marcas permitem escolher o tipo de leiaute (vertical ou horizontal, com o sem linhas). Outros modelos dão a opção de escolher o recheio do planner (módulo de estudos, de dieta, de exercícios físicos, financeiro, etc). E isso faz toda a diferença!

Para ter uma ideia melhor do que estou dizendo, confere os reviews aqui do blog: Daily Planner 2017 e Enjoy Planner 2018.

Preço do produto

Claro que um produto diferenciado vai ter um preço diferenciado. Portanto, sim, planners costumam ser bem mais caros que agendas. Pode-se encontrar agendas por algo em torno de R$ 30,00. Já os planners, em média, custam por volta de R$ 200,00.

Fiz uma pesquisa no fim de 2017 com marcas e preços de planners brasileiros. Vale dar uma olhada para saber preços exatos.

Por isso quis fazer esse texto esclarecendo as diferenças entre planner ou agenda. Dependendo do objetivo que se queira dar à ferramenta de organização, pode-se optar por um ou outro.

 

enjoy planner 05

Escolha uma agenda quando:

  • queres apenas anotar os compromissos do dia a dia;
  • queres ter os aniversários importantes organizados;
  • queres registrar telefones importantes;
  • queres uma opção pequena e fácil de carregar na bolsa.

Escolha um planner quando:

  • queres anotar vários compromissos (de diversas áreas da vida) num mesmo lugar;
  • queres espaço para fazer teu planejamento pessoal ou profissional;
  • queres flexibilidade de expressão para registros pessoais;
  • queres uma opção mais abrangente de organização.

Espero que esses pontos te ajudem a decidir como se organizar e investir teu dinheiro. Por mais que os planners sejam lindos (e como são!) e estejam no foco da modinha atualmente, os objetivos de uso é que devem pesar na hora da escolha.

Agora conta pra mim aqui nos comentários (ou no Instagram ou no Facebbok) se vocês concordam com as semelhanças e diferenças entre planner ou agenda que eu apontei aí em cima. O que vocês acrescentariam?

Quem ainda tem dúvidas sobre qual método de organização do tempo funciona para si, pode dar uma olhada nesse texto super completo que eu escrevi sobre o assunto.