Eu e minhas poesias: uma autobiografia em versos

Hoje é um dia muito especial. É dia do meu aniversário! Sou do tipo que gosta de comemorar essa data. E resolvi aproveitar o Calendário Editorial do blog, que traz o tema da poesia todas as quintas-feiras, para comemorar meu dia por meio das minhas poesias.

Sempre gostei de comemorar meu aniversário. Minha mãe me ensinou a ter esse gosto: ela sempre providenciou para que fosse um dia especial. Não necessariamente algo grandioso, mas recheado de pequenas coisas especiais. Um bom dia na cama com parabéns, um café da manhã caprichado, uma saída para comer em algum lugar diferente. Minhas lembranças dos dias 08/06 são cheias de amor e carinho.

Eu sou muito grata por isso! Porque temos que agradecer especialmente pelos dias tranquilos, mas ainda assim especiais. A vida é feita de escolhas e minha mãe me ensinou escolher a vê-la sempre pelo melhor ângulo. E é por isso que eu vivo repetindo que a vida só melhora!

Alguns me chamam de otimista, outros de romântica por conta dessa minha escolha. Não me importo. Ou melhor, valorizo essa minha característica! Sou otimista e romântica sim. Vivo escrevendo minhas poesias, não é mesmo? E muita poesia de amor – qualquer tipo de amor!

Minhas poesias transbordam quem eu sou!

minhas poesias 01

Eu sou uma pessoa que adora viajar – não só para fora do país, mas para dentro de si também. Que gosta de explorar suas emoções e criatividade no meu eu hoje, amanhã e depois. Que morre de saudade do seu príncipe quando ele viaja sem mim. Que ama praia, sol, verão! E que se reconectou som sua criança interior por meio do seu filho.

É bem verdade que a pessoa que eu sou teve grandes mudanças depois da maternidade. Mas cheguei à conclusão de que eu, depois de ser mãe, sou uma pessoa melhor. Tornei-me uma manteiga derretida, não posso negar. Minhas poesias demonstram bem isso! Mas toda essa exposição dos meus sentimentos permite um autoconhecimento e, por consequência, um crescimento pessoal muito grande.

É claro que continuo tendo meus ataques de nervos e alguns (vários) dias em que a paciência acaba. Mas hoje me vejo uma pessoa um pouco mais tolerante, com a empatia mais desenvolvida. Porque sendo mãe, passando por essa experiência, a gente entende que cada mãe tem sua verdade e temos muito a aprender umas com as outras.

Não importa se é mãe de um ou mais, se é mãe que trabalha fora ou se dedica aos filhos em período integral, se ainda ama o pai do seu filho ou se já está em outro momento da vida. Temos uma coisa em comum: o amor pelos nossos filhos. Isso nos une, de alguma forma. Sei que quando meu filho sofre, eu sofro em dobro – e isso acontece na casa de vocês também.

Filhos nos mostram que o mundo pode ser muito colorido!

Não importa se somos mãe de menino ou de menina. É bem por isso que tantas mães (e pais, e avós, e tias) se identificam com o Só Melhora e com as minhas poesias. E é por isso que eu me sinto confortável em fazer essa autobiografia em versos, relembrando as poesias aqui publicadas.

Aliás, já fiz um bocado de poesia para as pessoas que eu amo, né? Nem sei quantas poesias já fiz para o meu príncipe. Nem sei quantas ainda farei para o meu Vinicius. No fundo, acho que em tudo que escrevo coloco um pouco deles junto – porque já não sei mais separá-los de mim.

E junto comigo trago a bagagem de grandes mulheres presentes na minha vida. Presentes desde o meu nascimento, como a minha avó (a mulher mais sábia que eu conheço) e a minha mãe (a quem dedico todos os meus versos). E as mais recentes, mas nem por isso menos importantes, como as amigas que a vida me traz. Em especial, aquelas que compartilham comigo a maternidade. Me emociono com a boa hora delas, distribuo carinho em forma de poesia para minhas amigas grávidas.

Hoje, meu dia, em meio a tantas das minhas poesias, resolvi escrever uma para mim mesma:

 

Vou me escrever uma poesia

Porque hoje é o meu dia,
e já não caibo na minha alegria,
vou me escrever uma poesia.

Versos para me darem um abraço,
para aliviar aquele cansaço,
para me envolverem no seu enlaço
como eu mesma pouco faço.

Porque nesse momento da vida,
em que já houve alguma despedida,
e outra boa parte bem vivida,
eu me sinto muito querida.

Me olho no espelho e me sinto bem.
E sem precisar ir muito além,
agradeço a Deus e digo amém.

Talita
02/06/2017
15:33

 

Já perdi o número das minhas poesias. Fico imensamente feliz por ter descoberto esse espaço para publicá-las. Especialmente feliz por ter vocês para compartilhá-las e me dar um feedback tão carinhoso! (Vocês acham que elas deveriam virar um livro? Alguém me indica uma editora?)

Como já mencionei, essa virou mesmo uma autobiografia em versos. Mas, para quem se interessar em me conhecer em prosa, fiz um post no meu aniversário do ano passado falando de 35 coisas sobre mim.

 

Ah! E vou aproveitar para lembrar que se tiver mais alguém que escreva em versos por aí, me encaminha uma poesia! Vou adorar ler! E, se quiser, também podemos publicar aqui no Só Melhora. As portas estão abertas. Pode entrar! 😉

minhas poesias pinterest

14 comentários em “Eu e minhas poesias: uma autobiografia em versos

  1. Amei a poesia (como amo todas as outras que já li sua), aqui também sempre amei comemorar meu aniversário, lembro que durante anos sempre recebia buquê de rosas dos meus pais, tinha uma floricultura no final da minha rua e eram dos nossos vizinhos ai dava a hora do almoço a companhia tocava e eu já sabia, se não saissemos pra jantar tinha comida a minha escolha, e hoje não é diferente, sempre faço um bolo e saímos para comemorar eu, marido, filho, pai e minha sogra.

    Bjs Mi Gobbato

  2. Bom dia.
    Como sempre comento, eu adoro os teus textos, mas este está sensacional. Conseguistes descrever com maestria o teu jeito de ser.
    Parabéns também pela poesia. Linda.
    Ps.: não conheço nenhuma gráfica, mas com certeza deveriam publicar as tuas poesias para que um número maior de pessoas possam ter a oportunidade de conhecer estas maravilhas.

  3. Ahhh e não tem coisa melhor que nos darmos presentes! E nos descrever em poesia é muito além disto, é uma forma de carinho misturada com alta auto estima! Adorei… seu melhor presente com certeza, o seu amor próprio! Bjoooo e feliz aniversário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *