Meus pedidos de Natal – por uma mãe sincera

Querido Papai Noel, sei que já faz algum tempo que não te escrevo uma cartinha, mas me dei o direito de novamente fazer meus pedidos de Natal. Sei que o filhote terá a cartinha dele e, nesse mundo em que tanto se fala em direitos iguais, penso que também mereço ter a minha.

Afinal de contas, até que venho sendo uma boa mãe por mais de 3 anos – pelo menos, a melhor mãe que posso ser. Claro que cometo erros – muitos! Mas, se o senhor atender alguns dos meus pedidos de Natal, quem sabe esses erros não diminuam?

Então vamos lá. Conto com a sua ajuda!

 

1- Dias mais compridos

Sim, porque nenhuma mãe nesse mundo consegue fazer tudo o que precisa nas míseras 24 horas que temos por dia. E que fique claro: mais horas, mas sem destinação certa. Não quero simplesmente aumentar a carga horária das atividades diárias. Quero ter a liberdade de poder ficar mais horas no sofá, depois do filho dormir, com a casa já arrumada.

2- Uns 4 braços a mais (de cada lado)

Todos os dias de manhã, para sair de casa, pego minha bolsa, minha agenda, meu casaco, o casaco do filho, a mochila do filho, o copo de água do filho, as chaves da casa e do carro, eventualmente um guarda-chuva e quase sempre o próprio filho. Sim, eu preciso de mais braços e mãos, por favor!

3- Algum tipo de comida saudável instantânea

Se não puderes me dar dias mais compridos, pelo menos me consiga alguma comida que eu coloque 30 segundos no micro-ondas e esteja pronta. Claro que tem quer ser saudável e balanceada. E saborosa. E que o filho e o marido gostem, além de mim. Pensando bem, mesmo se eu tiver mais horas para cozinhar, vou querer esse item mesmo assim.

4- Um teletransporte

Esse item eu já queria antes mesmo de ser mãe, mas vou aproveitar e colocar aqui na minha listinha de pedidos de Natal. Com o mundo globalizado do jeito que está, não podemos ficar perdendo tempo com distâncias – muito menos com trânsito! Pode ser algo tipo Matrix: quer deixar o filho passar o finde nos avós? Pega e telefone e pronto! Ele já está lá. Quer passear com o pequeno na Disney? Pega o telefone e pronto! Entendeu?

5- Avós imortais

Por falar em avós, também estou precisando de avós imortais para o meu filho. Eu bem que queria para mim mesma, mas já não dá mais tempo. Sei que vira e mexe tenho meus conflitos com os avós do filhote, mas eles ajudam demais! Fora o amor entre eles (o amor passa de geração para geração). Não podemos viver sem.

6- Banco de horas de sono e paciência

Sim, sim, isso também já queria antes de ser mãe. Aliás, eu queria ter um banco de horas de sono justamente antes de ser mãe! Guardaria várias e várias horas para descontar nos primeiros meses de vida do filhote. Hoje em dia um banco de paciência me parece muito útil. Seria para usar naqueles dias em que a paciência acaba e as coisas cismam em não dar certo, sabe?

7- Um coração infinito

Por último e o mais importante dos pedidos de Natal: preciso de um coração infinito. O que eu tenho atualmente é um tanto quanto pequeno demais para guardar tantas emoções proporcionadas por essa vida de mãe. Ele frequentemente transborda em trapalhadas, desorganização e lágrimas. E olha que nem precisa de muito para isso. Basta um sorriso ou um abraço do filhote.

 

Vocês também têm uma lista com pedidos de Natal?

Acrescentariam ou tirariam algo da minha? Contem aí nos comentários ou nas redes sociais! Quero saber!

meus pedidos de natal

4 comentários em “Meus pedidos de Natal – por uma mãe sincera

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *