Os nascimentos por trás de um nascimento

O texto de hoje não é meu: é um Guest Post de duas amigas muito queridas – e as principais responsáveis por eu ter mergulhado de cabeça nesse mundo dos blogs. Esse é um dos nascimentos, vocês vão entender.

Por isso, fiquei muito feliz quando a Juliana, mãe da Maria Antônia, e a Marcela, mãe do Gabriel e à espera do Bernardo, autoras do blog Não São Gêmeos, aceitaram meu convite para escrever aqui para o Só Melhora.

Obrigada, meninas, por toda a amizade e ajuda desde sempre. E por fazerem parte da comemoração de 1 ano de Só Melhora!

 

Os nascimentos por trás de um nascimento

Para poder falar dos nascimentos das nossas vidas, precisamos falar de como nasceu nossa amizade. Nos conhecemos na faculdade, mas nos tornarmos amigas ao trabalhar juntas na mesma empresa. Isso foi em 2009 e, desde então, estamos presentes na vida uma da outra. Nossa proximidade fez nossos maridos se tornarem amigos também. E até a viajarem juntos em uma viagem só de meninos em 2013 (como somos legais, né? :P).

2014 foi um dos anos mais importantes das nossas vidas. Em junho, nasceu a Maria Antônia; em setembro, o Gabriel. O desejo de ser mães já tinha nascido na gente há algum tempo e tivemos então gestações muito desejadas e festejadas. Mas os nascimentos não pararam por aí.

De repente, nascemos como mães.

Não, não foi do dia para noite. Não foi receber nossos pequenos nos braços e ter a sensação mágica de que estávamos prontas para o desafio da maternidade. Mas, a cada dia, fomos aprendendo a nos conhecer, a entender um pouco cada sinal, cada choro (nosso e deles) ou a simplesmente a ter paciência e tranquilidade para lidar com cada situação.

Nasceu uma compaixão enorme por outras mães – conhecidas ou não.

E descobrimos a força da corrente do bem que existe entre esse grupo de mulheres – tão forte e, ao mesmo tempo, tão frágil – que mergulha na maternidade e tenta fazer o melhor nas condições que tem. A vontade de ajudar faz com que a gente queira dividir nossas experiências. (na verdade, isso às vezes parece ajudar até mais a gente como um desabafo público rs) E aí nos pegamos compartilhando nossas vivências ao encontrar outras mães no Cinematerna, no trabalho, num café, na rua. Passamos a fazer parte de grupos de mães virtuais ou presenciais e nasce então mais uma rede poderosa de apoio.

Eis que, ao longo desse aprendizado materno diário, resolvemos fazer um blog para contar o que passamos. Para que outras mães pudessem nos aconselhar e, quem sabe, sem pretensão, nossos posts também pudessem servir de conselho para alguém que precisa de um acolhimento em um dado momento. Assim, nasceu o Não são gêmeos sempre com a ideia de menos julgamento e mais compreensão. E aí percebemos que, ao mesmo tempo que somos diferentes, o fato de sermos mães nos torna um único grupo unido num amor materno que nos faz ter culpa, ter medo, ter dúvidas, mas, acima de tudo, ter uma força de vontade para criar nossos filhos da melhor maneira que pudermos.

Tivemos a ideia de abrir o blog para outras mães que também quisessem compartilhar algum pensamento sobre maternidade e assim nasceu a coluna Visita de Mãe. A Talita foi uma das primeiras a escrever e se tornou não só uma das nossas leitoras mais fiéis como também uma super colaboradora. Esta colaboração a fez perceber que ela tinha tanto a falar que podia ter um blog para chamar de seu.

E assim nasceu o Só Melhora que completa seu primeiro ano com um monte de textos e projetos bacanas.

E ficamos muito felizes de saber que contribuirmos de alguma forma para esse nascimento. O que nos deixa ainda mais contentes é saber que é mais um canal bacana de informação para outras mães e isso é sempre bem-vindo.

Queremos dar os parabéns pra Talita por um ano de blog! Ee desejar mais sucesso e que a cada dia tudo só melhore para ela e para todos nós. Vida longa aos blogs maternos que tanto nos ajudam – seja como autoras ou leitoras!

naosaogemeos_1

Juliana, mãe da Maria Antônia, e Marcela, mãe do Gabriel e à espera do Bernardo

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *