Adeus bico – mais de 2 meses sem chupeta

Adeus bico: Taí uma história boa para contar! O bico – chamado por alguns de chupeta – já não faz mais parte da nossa vida. E sabem que esse adeus foi mais fácil do que eu imaginava?

Já tinha contado por aqui que o Vinicius estava em negociação com o Papai Noel para trocar o bico por um presente de Natal. Coincidência ou não, conforme a data ia se aproximando, parecia que o menino ficava cada vez mais apegado ao objeto.

Normalmente, o filhote usava o bico apenas para dormir – à noite e na soneca. Mas nos dias que antecederam o Natal ele o estava requerendo para quase tudo: andar de carro (mesmo distâncias pequenas), assistir filme, se acalmar.

Daí que a mamãe aqui já ficou se questionando se era mesmo a hora a certa de dizer adeus bico, se ele estava mesmo pronto para se desfazer do bendito. Fiquei bem ansiosa, não vou negar.

Mas o combinado já estava feito: ele entregaria os dois bicos – o de casa e o do colégio – para o Bom Velhinho em troca de uma bicicleta verde (pedido dele!) mais um patinete e um skate (bônus dos avós). Eu sabia que não poderia voltar atrás.

Pois bem. Passamos a noite da véspera de Natal na casa da minha avó materna, com a família toda reunida – adoro! O pequeno estava mesmo ansioso pelo momento – quase tanto quanto a mãe aqui – e foi uma festa quando o Papai Noel apareceu.

O Vini nem esperou ser chamado, já foi logo perguntando do presente dele! O Papai Noel, que já tinha sido bem orientado, de pronto perguntou se ele tinha trazido os bicos para realizar a troca. O pequeno, por sua vez, correu para buscá-los comigo. (já tínhamos deixados os dois bicos no meu colo, prontos para a entrega)

As mulheres da família, especialmente minha mãe, avó e tia, não se contiveram com a rápida reação do filhote. No mesmo momento em que ele fazia a entrega, eu via os flashes das fotografias e ouvia as três chorando. Família é mesmo TUDO de bom!

Como não estávamos em casa, a fase de adaptação seria na casa da minha mãe e com a família toda por perto. Por isso, todos sabiam do grande evento e estavam convocados para ajudar, caso fosse necessário.

Durante a festa, o Vinicius nem tocou no assunto – curtindo os primos e os brinquedos. Na hora de ir para casa, ele entrou no carro e chegou a perguntar pelo bico, mas minha mãe o lembrou que ele tinha entregue para o Papai Noel.

Na hora de ir para a cama teve bastante choro, mas arrisco dizer que foi mais choro de cansado do que de falta do bico. E ele dormiu a noite toda.

No dia seguinte, fez a soneca tranquilo sem o bico. Ele estava bem cansado por ter dormido pouco na noite anterior. Só foi lembrar à noite, depois do banho – momento em que ele sempre pedia o objeto para dormir. Mas eu nem precisei falar nada, ele mesmo lembrou da entrega.

Por alguns dias, ele demorou mais tempo do que o normal para dormir à noite, mas não chorou nenhuma vez pedindo pela chupeta. Acrescentei à rotina de dormir uma estorinha na cama, para ajudar a relaxar. E ficava (ainda fico) com ele até adormecer completamente.

Acredito que o momento do adeus foi bem oportuno. Nas férias ele brincava muito de correr, de bola, na praia, na piscina. Assim, ia dormir bem cansado. Por outro lado, não tínhamos muito horário para nada, o que facilitava o dia seguinte, caso a noite não fosse das melhores.

Foi dado adeus bico e aqui estamos nós! Com a vida seguindo normalmente, como se o bendito nunca tivesse existido!

Esperei passar a adaptação escolar para escrever esse texto, imaginando que a volta às aulas pudesse fazer com que o pequeno tivesse alguma recaída, mas não. Mesmo vendo outras crianças de chupeta, ele não pediu mais a dele. Aliás, bem por esse motivo, está se achando muito “grande”.

Pior é que ele tem mesmo motivos para se achar. Nos últimos meses ele passou a dormir na cama (não mais no berço), disse adeus bico e não usa mais fralda durante o dia (aqui eu conto sobre a nossa experiência de desfralde diurno). Meu Deus, onde é que vamos parar? Daqui a pouco ele me pede a chave do carro!

 

Vocês tiveram essa experiência por aí? Os filhotes usam/usaram bico? Como foi na hora de dizer adeus? Me contem que vou adorar saber!

20 comentários em “Adeus bico – mais de 2 meses sem chupeta

  1. kkkkkk Achei muito engraçada a história! Tentei me lembrar como foi comigo, mas acho que por conta da idade eu nem me lembro. Pra falar a verdade, pra gente que é (era) criança as coisas são tão naturais e tranquilas que os pais até se assustam, como foi o seu caso! Boa sorte! 😉

    —————————————
    VITOR DANTESCO
    IDENTIDADE CLICK – http://identidadeclick.wordpress.com

    1. É, uma coisa de cada vez!
      Nós precisamos parar com o bico porque já estava causando problemas ortodônticos e de respiração no pequeno.
      Boa sorte por aí! E qualquer dúvida, é só falar!

  2. Aqui em casa esse processo de largar a chupeta foi mais fácil que esperado. Beatriz trocou a chupeta pela bicicleta que o Papai Noel iria trazer e pronto. Chorou por uns 10 minutos (uma eternidade para mim) em um dia e acabou. Esqueceu! Mas não é fácil ver o filho chorando. Ótimo saber da sua experiência. bjs

  3. Adorei … Aqui também fizemos a primeira entrega pro papai Noel no shopping mas a noite ele chorou tanto que voltei atrás mas depois ele foi largando naturalmente

    Bjs Mi Gobbato

  4. Muito legal a história da troca do bico pelo presente e o envolvimento da família toda. Que bom que foi tranquila a troca, apesar do choro na primeira noite. Provavelmente foi mesmo influenciado pelo cansaço.
    beijos
    Chris

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.