A primeira sessão de cinema a gente nunca esquece

Enquanto escrevo esse post o filhote dorme e muito provavelmente sonha com o filme que assistimos nessa tarde – foi sua primeira sessão de cinema e ele amou!

Eu e meu príncipe gostamos bastante de filmes, mas, pelas atuais circunstâncias – leia-se filho em plenos “terrible twos” –, temos preferido assisti-los no conforto do nosso sofá mesmo. Por conta disso, quando o pequeno começou a se interessar por filminhos, nós vibramos!

Mas ainda hoje, com 2 anos e 7 meses, é raro ele assistir a um filme inteiro sentado – o mais comum é ele levantar para brincar no meio ou ir buscar um carro ou boneco para acompanhá-lo no sofá.

Durante nossa viagem à Disney com bebê em 2014, quando ele tinha 1 ano e meio, ele chegou a ver alguns filmes curtos (não mais que 40 minutos), mas precisamos de jogo de cintura para mantê-lo entretido sentado por todo o tempo.

No final do ano passado, com pouco mais de 2 anos, ele foi ao seu primeiro espetáculo de teatro e curtiu o tempo todo! – mas teatro é um tanto diferente, né? Há a proximidade e até mesmo interação com os personagens. Não se compara à primeira sessão de cinema.

Pois bem, durante essas férias, o Vinicius mostrou interesse pelo novo filme da Disney/Pixar “O Bom Dinossauro” (imagino que ele tenha visto propaganda na televisão) e resolvemos apresentá-lo ao cinema.

Fizemos o convite e ele aceitou prontamente, claro, e saiu todo empolgado para o programa – tão empolgado que acabou dormindo no carro! Achamos por bem não acordá-lo – sempre acho melhor deixá-lo dormir – e tivemos que esperar pela próxima sessão.

Ao entrar na sala do cinema, fui explicando que seria uma sala bem grande com várias cadeiras, que a luz apagaria e passaria o filme numa televisão enorme – e que poderíamos voltar outras vezes se ele gostasse. Mal passou 5 minutos das propagandas que antecedem o filme ele soltou:

– Gostei, mamãe! (e eu: “Calma, filho! Ainda nem começou!)

Quando finalmente começou o filme (precisa mesmo de 25 minutos de trailer??), ele repetiu:

– Gostei, mamãe! Gostei muito! (e eu: “Que bom, filho! Vamos ver até o final)

E ele gostou mesmo! Nem piscava, de tão concentrado! Mas, claro, fez suas intervenções: “O que aconteceu com ele, mamãe?” “Olha só, eles vão conseguir agora!”

Ao final, nem precisei perguntar. Ele olhou pra mim, com um sorriso de orelha a orelha e disse:

– Gostei muito mesmo, mamãe! (e eu: “Percebi! Podemos voltar outras vezes.”)

 

Não vou entrar no mérito do filme porque acho que não vem ao caso. O que importa é que vendo a carinha de felicidade do meu filho, só conseguia pensar:

“Por que mesmo demoramos tanto para levá-lo à primeira sessão de cinema?”

E tenho certeza: ainda vamos repetir muitas vezes o programa!

 

E vocês? Já tiveram essa experiência da primeira sessão de cinema com o filhote? Como foi? Me conta! Vou adorar saber!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *